Espetáculo inédito de dança chega á Francisco Beltrão!

Espetáculo inédito de dança chega á Francisco Beltrão!

Fico super feliz em ver como nossa cidade esta amadurecendo quando o assunto são atrações culturais e em como todos esses eventos estão sendo sucesso entre o público, super aclamados e apoiados por toda a população.
Visto isso, tenho uma notícia super bacana para compartilhar com os amantes da dança ou simplesmente para os apreciadores desta arte belíssima, milenar e que sempre nos surpreende com tamanha emoção e beleza.

Acontece nesse sábado no teatro da Unisep, 05.08 ás 20:00 horas a apresentação de “Root’s – Um encontro entre o clássico e o urbano” – um espetáculo de dança inédito interpretado por Thiago SoaresPrimeiro Bailarino do Royal Ballet de Londres – unida à força das danças urbanas do bailarino Danilo D’Alma um dos principais nomes da dança de rua do país, sob responsabilidade dos coreógrafos e diretores Ugo Alexandre e Renato Cruz, sendo realçada com a experiência sonora do músico e multi-instrumentista Pedro Bernardes que apresenta a trilha sonora original ao vivo, dão um tom autêntico nessa mescla entre o tradicional e o urbano.

A dança de rua em diálogo com a dança clássica promove um jogo de deslocamentos e quebras de paradigmas, e o encontro destes bailarinos conduz o espectador a um quadro vivo e imprevisível.

Atrações
♦ Thiago Soares: primeiro Bailarino do Royal Ballet de Londres
♦ Danilo D’Alma: instrutor, coreógrafo e pesquisador de danças urbanas no Rio de Janeiro
♦ Pedro Bernardes: músico, pianista clássico impressionista e multi instrumentista

O espetáculo terá apresentação única e os ingressos estão disponíveis para compra online no site da Blueticket – aqui!

Não fique fora dessa, aprecie e impulsione a Cultura na região!

Realização: Studio Bio Dança – Elizangela Senem

Sobre

Juliana Thomé

O JT nasceu de uma necessidade pessoal em compartilhar minhas experiências de vida e também para dividir o meu olhar sobre esse mundo da moda que é tão presente no nosso dia a dia mas que muitas vezes acaba se tornando pouco didático.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *